Tratamento Ambiental do Agrotóxico no Brasil Contemporâneo

Tratamento Ambiental do Agrotóxico no Brasil Contemporâneo - De Acordo com a Legislação Brasileira

Larissa Milkiewicz

Hojear

Versión impresa

por € 15,00 + IVA Añadir a la cesta

Versão digital

Disponible para: Android iOS
por € 7,50 + IVA Añadir a la cesta


Detalles

Autor/Autores: Larissa Milkiewicz

ISBN v. impressa: 978989712686-4

ISBN v. digital: 978655605077-5

Encuadernación: Tapa blanda

Número de páginas: 150

Publicado el: 07/04/2020

Idioma: Português Brasileiro

Sinopsis

No Brasil, é muito discutida a necessidade de uma nova Lei de Agrotóxi­co em substituição à Lei Federal 7.802/1989, contudo, o assunto é com­plexo, transdisciplinar e transcende o viés jurídico, perpassando pelos aspectos sociais, ambientais, políticos e econômicos do país.

Esta obra foi desenvolvida a partir da carência de um material único e exclusivo em que sejam avaliados todos os aspectos do agrotóxico para o Direito, de modo a conciliar a abordagem teórica e a realidade socioambiental.

A obra transita pelo contexto histórico do surgimento dos agrotóxi­cos; por seus marcos regulatórios; pela análise descritiva da Lei Federal 7.802/1998 e do Decreto Regulamentar 4.074/2002; pelos documentos internacionais que versam a temática; pela jurisprudência nacional; e por fim, pelas últimas Resoluções e Instrução Normativa da ANVISA publicadas em 2019.

Para isto, utiliza-se de um formato inteligível para irradiar uma visão equilibrada, democrática e informativa sobre o Tratamento Ambiental do Agrotóxico no Brasil Contemporâneo aos leitores, sendo acessível aos operadores do Direito, acadêmicos, advogados, juízes, promo­tores, profissionais da área técnica da saúde e do meio ambiente e público interessado.

Autor/Autores

LARISSA MILKIEWICZ

Doutoranda (Bolsista CAPES) em Direito Econômico e De­senvolvimento pela PUCPR. Mestre (Bolsista CAPES) em Direito Socioambiental e Sustentabilidade pela PUCPR. Primeira colocada no Con­curso da Academia Paranaense de Letras Jurídicas – APLJ, em 2018, com a proposta “Tribunal de Justiça Empresarial: efetividade ao Poder Judiciário”. Coordenadora e coautora das obras Fontes de Energia & Meio Ambiente, 2017, e Direito Ambiental, Tecnologia & Impactos Econômicos, 2018, publicadas pela Juruá Edi­tora. Advogada.

Sumario

LISTA DE IMAGENS, p. 7

LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS, p. 9

INTRODUÇÃO, p. 11

Capítulo 1 A HISTÓRIA DOS AGROTÓXICOS EM CONTEXTO MUNDIAL, p. 13

1.1 A REVOLUÇÃO VERDE, p. 17

1.2 CONTEXTO HISTÓRICO DO AGROTÓXICO NO BRASIL E SEUS ASPECTOS LEGAIS, p. 19

1.3 AGROTÓXICOS: A TEORIA DE ULRICH BECK E A PERSPECTIVA DA CRISE SOCIOAMBIENTAL, p. 29

1.3.1 Os Riscos Ambientais, p. 32

1.3.2 Os Riscos à Saúde Humana, p. 34

1.4 A SOFISTICADA TECNOLOGIA NA AGRICULTURA MODERNA, p. 41

1.5 A CURVA AMBIENTAL DE KUZNETS (CAK), p. 45

Capítulo 2 PRINCÍPIOS JURÍDICO-AMBIENTAIS À LUZ DO AGROTÓXICO, p. 49

2.1 PRINCÍPIO DO MEIO AMBIENTE ECOLOGICAMENTE EQUILIBRADO ÀS PRESENTES E FUTURAS GERAÇÕES, p. 52

2.2 PRINCÍPIO DA PREVENÇÃO, p. 59

2.3 PRINCÍPIO DA PRECAUÇÃO, p. 66

2.3.1 Classificação dos Agrotóxicos de Acordo com a Finalidade, p. 71

2.3.2 A Meia-Vida do Agrotóxico, p. 73

2.3.3 Ingestão Diária Aceitável, p. 75

Capítulo 3 ANÁLISE DA LEI NACIONAL DE AGROTÓXICO 7.802/1989 E DO DECRETO REGULAMENTAR 4.074/2002, p. 79

3.1 CONCEITO DE AGROTÓXICO, p. 81

3.2 REGISTRO DE AGROTÓXICO, p. 84

3.3 REGISTRO ESPECIAL TEMPORÁRIO (RET), p. 90

3.4 REGISTRO DE NOVO AGROTÓXICO, p. 91

3.5 REAVALIAÇÃO DO REGISTRO DE AGROTÓXICO, p. 92

3.6 ALTERAÇÃO, SUSPENSÃO OU CANCELAMENTO DE REGISTRO DE AGROTÓXICO, p. 94

3.7 VEDAÇÃO DE REGISTRO DE AGROTÓXICO, p. 95

3.8 REGISTRO DA EMPRESA NO ESTADO, MUNICÍPIO OU DISTRITO FEDERAL, p. 95

3.9 RÓTULO E EMBALAGEM DE AGROTÓXICO, p. 96

3.10 PROPAGANDA COMERCIAL DE AGROTÓXICO, p. 100

3.11 FISCALIZAÇÃO DO AGROTÓXICO, p. 101

3.12 A RESPONSABILIDADE CIVIL, ADMINISTRATIVA E PENAL EM MATÉRIA DE AGROTÓXICO, p. 104

3.12.1 Responsabilidade Administrativa, p. 105

3.12.2 Responsabilidade Civil, p. 108

3.12.3 Responsabilidade Penal, p. 114

3.13 APONTAMENTOS COMPLEMENTARES À LEI NACIONAL DE AGROTÓXICOS, p. 118

Capítulo 4 CONSIDERAÇÕES FINAIS, p. 125

REFERÊNCIAS, p. 129

Índice Alfabético

A

  • Abreviatura. Lista de abreviaturas e siglas, p. 9
  • Agricultura moderna. Sofisticada tecnologia na agricultura moderna, p. 41
  • Agrotóxico. Classificação dos agrotóxicos de acordo com a finalidade, p. 71
  • Agrotóxico. Conceito, p. 81
  • Agrotóxico. Contexto histórico do agrotóxico no Brasil e seus aspectos legais, p. 19
  • Agrotóxico. Fiscalização, p. 101
  • Agrotóxico. Ingestão diária aceitável, p. 75
  • Agrotóxico. Meia-vida do agrotóxico, p. 73
  • Agrotóxico. Princípios jurídico-ambientais à luz do agrotóxico, p. 49
  • Agrotóxico. Propaganda comercial, p. 100
  • Agrotóxico. Reavaliação do registro de agrotóxico, p. 92
  • Agrotóxico. Registro, p. 84
  • Agrotóxico. Registro de novo agrotóxico, p. 91
  • Agrotóxico. Responsabilidade civil, administrativa e penal, p. 104
  • Agrotóxico. Rótulo e embalagem, p. 96
  • Agrotóxicos. História dos agrotóxicos em contexto mundial, p. 13
  • Agrotóxicos: a teoria de Ulrich Beck e a perspectiva da crise socioambiental, p. 29
  • Análise da Lei Nacional de Agrotóxico 7.802/1989 e do Decreto Regulamentar 4.074/2002, p. 79
  • Apontamentos complementares à Lei Nacional de Agrotóxicos, p. 118

C

  • CAK. Curva Ambiental de Kuznets (CAK), p. 45
  • Classificação dos agrotóxicos de acordo com a finalidade, p. 71
  • Conceito de agrotóxico, p. 81
  • Considerações finais, p. 125
  • Contexto histórico do agrotóxico no Brasil e seus aspectos legais, p. 19
  • Crise socioambiental. Agrotóxicos: a teoria de Ulrich Beck e a perspectiva da crise socioambiental, p. 29
  • Curva Ambiental de Kuznets (CAK), p. 45

D

  • Decreto Regulamentar 4.074/2002. Análise da Lei Nacional de Agrotóxico 7.802/1989 e do Decreto Regulamentar 4.074/2002, p. 79

E

  • Embalagem. Rótulo e embalagem de agrotóxico, p. 96
  • Equilíbrio ecológico. Princípio do meio ambiente ecologicamente equilibrado às presentes e futuras gerações, p. 52

F

  • Fiscalização do agrotóxico, p. 101

H

  • História dos agrotóxicos em contexto mundial, p. 13

I

  • Imagem. Lista de imagens, p. 7
  • Introdução, p. 11

K

  • Kuznets. Curva Ambiental de Kuznets (CAK), p. 45

L

  • Lei Nacional de Agrotóxico 7.802/1989. Análise da Lei Nacional de Agrotóxico 7.802/1989 e do Decreto Regulamentar 4.074/2002, p. 79
  • Lei Nacional de Agrotóxicos. Apontamentos complementares, p. 118
  • Lista de abreviaturas e siglas, p. 9
  • Lista de imagens, p. 7

M

  • Meia-vida do agrotóxico, p. 73
  • Meio ambiente. Princípio do meio ambiente ecologicamente equilibrado às presentes e futuras gerações, p. 52
  • Meio ambiente. Princípios jurídico-ambientais à luz do agrotóxico, p. 49
  • Meio ambiente. Riscos ambientais, p. 32

P

  • Precaução. Princípio da precaução, p. 66
  • Prevenção. Princípio da prevenção, p. 59
  • Princípio da precaução, p. 66
  • Princípio da prevenção, p. 59
  • Princípio do meio ambiente ecologicamente equilibrado às presentes e futuras gerações, p. 52
  • Princípios jurídico-ambientais à luz do agrotóxico, p. 49
  • Propaganda comercial de agrotóxico, p. 100

R

  • Reavaliação do registro de agrotóxico, p. 92
  • Referências, p. 129
  • Registro da empresa no Estado, Município ou Distrito Federal, p. 95
  • Registro de agrotóxico, p. 84
  • Registro de agrotóxico. Alteração, suspensão ou cancelamento, p. 94
  • Registro de agrotóxico. Reavaliação, p. 92
  • Registro de agrotóxico. Vedação, p. 95
  • Registro de novo agrotóxico, p. 91
  • Registro Especial Temporário (RET), p. 90
  • Responsabilidade administrativa, p. 105
  • Responsabilidade civil, p. 108
  • Responsabilidade civil, administrativa e penal em matéria de agrotóxico, p. 104
  • Responsabilidade penal, p. 114
  • Revolução verde, p. 17
  • Riscos à saúde humana, p. 34
  • Riscos ambientais, p. 32
  • Rótulo e embalagem de agrotóxico, p. 96

S

  • Saúde. Riscos à saúde humana, p. 34
  • Sigla. Lista de abreviaturas e siglas, p. 9
  • Sofisticada tecnologia na agricultura moderna, p. 41

T

  • Tecnologia. Sofisticada tecnologia na agricultura moderna, p. 41

U

  • Ulrich Beck. Agrotóxicos: a teoria de Ulrich Beck e a perspectiva da crise socioambiental, p. 29